GRES Unidos de Vila Isabel samba 2016

Grêmio Recreativo e Escola de Samba Unidos de Vila Isabel foi campeã do Grupo Especial do Carnaval em 1988, 2006 e 2013.

A Vila Isabel possui uma quadra moderna que foi construída pelo Presidente Wilson Moisés, sendo a segunda maior quadra entre todas as escolas de samba do Rio de Janeiro, só ficando atrás apenas da quadra da Mocidade Independente. A quadra da Vila tem capacidade para 11.000 pessoas em 4.000 metros quadrados de área construída, seu palco tem 300 metros quadrados. Dispões de camarotes luxuosos e no local costumam ocorrer shows de grandes artistas e bandas pertencentes ao projeto "Casa de Bamba".

Em seu brasão há a coroa da Princesa Isabel, aonde figuram na parte de cima um resplendor com uma fita azul aonde se encontram as iniciais da agremiação (GRESUVI), e na parte de baixo uma clave de sol, um pandeiro e a pena de Noel Rosa

Uma das figuras mais conhecidas da escola é, sem dúvida, Martinho da Vila. Sua entrada na agremiação aconteceu em 1965: ele fazia parte da Escola de Samba Aprendizes da Boca do Mato e já estava partindo para o Império Serrano, quando surgiu o convite para integrar a ala de compositores da Vila Isabel. Na nova escola, Martinho reestruturou a forma de compor samba-enredos, com a introdução de letras e melodias mais suaves, emplacando 4 sambas consecutivamente.

(Fonte: Wikipedia)

Autores: Cláudio Russo, Chico Alves e Júlio Alves

Intérprete: Tinga

Sou eu!
Índio filho da mata
Dono do ouro e da prata
Que a terra-mãe produziu
Sou eu!
Mais um Silva pau de arara
Sou barro marajoara
Me chamo Brasil
Aquele que desperta a cunhatã
Para ouvir jaçanã sussurrar ao destino

O curumim, o piá e o mano
Que o vento minuano também chama de menino

Do Tapajós desemboquei no Velho Chico
Da negra Xica, solo rico das Gerais
E desaguei em fevereiro
No meu Rio de Janeiro, terra de mil carnavais

Ô, viola!
A sina de preto velho
É luta de quilombola, é pranto, é caridade
Ô, fandango!
Candango não perde a fé
Carrega filho e mulher
Pra erguer nova cidade

Quando a cacimba esvazia
Seca a água da moringa
Sertanejo em romaria
É mais forte que mandinga
Assim nasceu a Flor do Cerrado
Quando um cacique inspirado
Olhou pro futuro
E mandou construir
Brasília, joia rara prometida
Que Nossa Senhora de Aparecida
Estenda o seu manto
Pro povo seguir

Sou da Vila, não tem jeito
Fazer samba é meu papel
Fiz do chão do Boulevard
Meu céu! “Paira no ar”
O azul da beleza
Gigante pela própria natureza

 

Copyright: Editora Musical Escola de Samba Ltda.

Contact Us

Carnaval Agência de Viagens e Turismo Ltda.
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 583 - Gr 601 
Copacabana - Rio de Janeiro - Brasil - 22050-002

Tel: (21) 2548-4232

Whatsapp: (21) 98987 2694

Fax: (21) 2236-7161
vendas@carnavalturismo.com

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

Subscribe

Formas de Pagamento

Carnaval Agência de Viagens e Turismo LTDA

32.593.600/0001-05

Privacidade | Termos | Cancelamentos | Contatos

Privacy | Terms | Cancellations | Contacts